segunda-feira, 7 de abril de 2008

Aprendizes de Feiticeiro – Investigações de Doutoramento em História da Arte na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

O Instituto de História de Arte e o Centro de História da Universidade de Lisboa vão realizar o Encontro Aprendizes de Feiticeiro – Investigações de Doutoramento dos Cursos do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Pretende dar aos doutorandos do Instituto de História da Arte da FLUL a oportunidade de apresentarem publicamente o resultado preliminar da investigação que levam a cabo e simultaneamente promover o diálogo científico, tanto no interior da instituição que os acolhe como com o público em geral. Deste encontro científico resultará um volume de actas, cuja edição está prevista para o Outono de 2008.

Esta actividade vai realizar-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, no Anfiteatro III, nos próximos dias 8 e 9 de Maio.

Para mais esclarecimentos e inscrições, encontra-se disponível o e-mail: aprendizes.feiticeiro@gmail.com, o telefone geral da Faculdade de Letras: 217 920 000 e, a partir de dia 21 de Abril entre as 10.30h e a 13h, decorrerá o secretariado no Instituto de História da Arte.

Comunicações:

  • Sónia Talhé Azambuja, Ars Naturans: a Natureza e a Paisagem na Pintura Portuguesa dos séculos XV e XVI
  • Vanessa Henriques Antunes, Técnicas e materiais de preparação na pintura portuguesa dos séculos XV e XVI
  • Joaquim Inácio Caetano, O uso de estampilhas na pintura a fresco quinhentista no Norte de Portugal
  • Ricardo Jorge Nunes da Silva, João de Castilho: entre o paradigma da arquitectura tardo-gótica e a arquitectura do Renascimento em Portugal (século XVI)
  • Joana Maria Balsa Carvalho de Pinho, Igrejas das confrarias das Misericórdias quinhentistas – geografia e cronologias
  • Vanessa Fragoso, Pour une histoire comparé de la nature morte du XVIIème siècle: réflexion à propos des aspects communs et de la diversité des caractères dans les peintures de fruits portugaises et européennes
  • José Meco, Colorido da Pedraria na Arquitectura (séculos XVI-XVIII)
  • Sílvia Ferreira, A Talha Barroca de Lisboa (1670-1720)
  • Maria João Pereira Coutinho, Obras de embutidos de mármore na Lisboa Barroca (2.ª metade do século XVII / 1.ª metade do século XVIII)
  • Susana Cavaleiro Ferreira Nobre Gonçalves, A Arte do Retrato em Portugal no tempo barroco (séculos XVII-XVIII)
  • Lucília dos Santos Belchior, Os Desenhos de Viagem (séculos XVIII-XIX)
  • Madalena Costa Lima, Conceitos e Atitudes de intervenção arquitectónica em Portugal (1755-1834)
  • Alice Nogueira Alves, Ramalho Ortigão e o Culto dos Monumentos Nacionais no século XIX (1868-1910)
  • Ana Sousa Prates, A colecção de Desenhos do Museu da Ciência da Universidade de Lisboa (séculos XIX-XX)
  • Sandra Vaz Costa, O país a Régua e Esquadro (1900-1970)
  • Isabel Costa Lopes, Arte e Política em Portugal, 1936-1956. Correntes artísticas de vanguarda: as fronteiras do compromisso
  • Sara de Melo Pereira, Ecos do Silêncio: Para um Estudo Iconológico do Fado (século XX)

Comentários:

Comentário de Manuela :

vai ser muito bom, pena que eu more longe,Brasil.
Parabéns!!